Uma nova Efervescência


foto: divulgação

São 20 anos de Monstro Discos! E como produzir discos de vinil no Brasil durante 20 anos não foi nada fácil, essa conquista tem que ser comemorada da melhor forma possível! Foi aí que a Monstro resolveu criar a “Série Ouro”, e relançar álbuns raros e fora de catálogo em vinil, e definiu que o pontapé inicial desta série devia ser um clássico mais que absoluto: “A Sétima Efervescência” da lenda Júpiter Maçã!


“Essa ideia da Série Ouro surgiu um tempo atrás...” me contou Leo Razuk, um dos sócios da Monstro. “O lance da paixão por vinil, da Monstro sempre ter lançado vinil... e de vermos como o formato ganhou espaço, mas as gravadoras vão atrás só de lançar ou relançar discos mais óbvios. Mas e os clássicos do underground?”.


Gravado em 1996 nos estúdios da gravadora porto-alegrense Acit, e lançado apenas em cd em 1997 pela gravadora Antídoto, “A Sétima Efervescência” entrou na lista dos 100 maiores discos da música brasileira da “Rolling Stone”, foi considerada pela revista gaúcha “Aplauso”, como o melhor álbum de rock gaúcho de todos os tempos, e ainda consta na série sobre Rock Brasileiro da revista “SuperInteressante” como uma das obras fundamentais da década de 90. Mas por que tudo isso?


Flávio Basso já tinha feito parte pelas bandas Cascavelletes e TNT e passado pela música folk sob a alcunha de Woody Apple, quando adentrou o mundo da psicodelia, mas desta vez assumindo a identidade de Júpiter Maçã. Criou a banda Júpiter Maçã & Os Pereiras Azuiz, e se entocou nas madrugadas de agosto nos estúdios Acit para produzir sua obra prima. Além de contar com os irmãos Glauco e Emerson Caruso na bateria e no baixo respectivamente, contou com a co-produção de Egisto 2, com os arranjos de Marcelo Birck, e participação de Frank Jorge, ex-Graforréia Xilarmônica e Cascavelletes, e conforme consta no encarte do disco, Júpiter agradece aos gnomos de estúdio “que mexiam nos controles, sem autorização, para melhores resultados”.


A lisergia e a ousadia experimental dão o tom neste álbum. Escutando os primeiros segundos do disco você já percebe o que lhe aguarda nos 60 minutos que virão a seguir. Influências de Syd Barrett, Beatles, Mutantes, e também das bandas do rock britânico dos anos 90. Algumas de suas faixas foram revisitadas por outros artistas, como “Walter Victor" que ganhou versão de Thunderbird & Os Devotos de Nossa Senhora de Aparecida, "Miss lexotan 6 mg garota" que virou hit nacional com o Irã!, e “Lugar do Caralho”, que foi gravado pelo estre Wander Wildner.


clique na arte do disco para ouvi-lo no Spotify


“Desde o ano passado começamos a negociar esse lançamento com a família do Júpiter”, explica Leo Razuk. “O primeiro (da Série Ouro) precisava ser um disco pra destruir! E esse é o maior deles! A Monstro é o selo que mais lançou discos do Júpiter. A gente tinha uma relação muito bacana com ele, e a sua mãe dele logo viu isso. Ela topou na hora e desde então estamos trabalhando, afinal não é algo barato, mas é fundamental para o que queremos da Monstro”.


Hoje em dia é difícil encontrar a versão em cd do álbum. As opções que você encontra no Mercado Livre custa muito mais que os olhos da cara. Esse relançamento da Monstro terá uma tiragem de mil exemplares, sendo que 300 destas serão em vinil colorido contendo encarte e fotos. As duas versões já estão em pré-venda no site da Monstro.



Serviço:


A Sétima Efervescência – Série Ouro

(São dois tipos de discos)

Especificações:


TIPO 1:

Álbum duplo

Capa “gatefold”

Vinil preto 180g

Alta qualidade

Remasterizado para edição


TIPO 2:

Edição especial limitada para “hard fãs”

Álbum duplo

Capa “gatefold”

Vinil azul 180g

300 discos somente – numerados à mão (encarte com as letras e fotos inéditas da época)


VALORES

Preços especiais para pré-venda:

R$ 130,00 (álbum “normal”)

R$ 190,00 (álbum versão “hard fã”)

Disponível a partir do dia 27/03/ 2018

www.lojamonstro.com.br


#jupitermaca #monstrodiscos

sustenido: 

 

Rock e afins meio tom acima! Histórias, dicas, sugestões, informação sobre todas as vertentes desse ritmo que nos une.

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black RSS Icon
siga o sustenido: 
posts recentes: 
 procurar por tags: 
Nenhum tag.

© 2016 por sustenido. 

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W
  • White RSS Icon