1996


Para começar 2016 (e o blog), que tal relembrarmos os grandes discos que estão completando 2 décadas agora neste novo ano que se inicia? 1996 foi recheado de coisas boas! Tivemos o primeiro do Matchbox 20 com o “Yourself or Someone Like You”, disco que vendeu pra caramba, impulsionado por hits como “3 a.m.” e “Push”. E tivemos o último do Chico Science & Nação Zumbi antes da morte do Chico. “Afrociberdelia” traz as clássicas “Maracatu Atômico”, “Macô” e “Manguetown”. Na categoria vozes femininas, tivemos Nina Persson do The Cardigans com o excelente “First Band on the Moon” e Dolores O’Riordan do The Cranberries com o pesado “To the Faithful Departed”. “Lovefool”, que tocava em tudo quanto era lugar, e “Salvation”, com seu clipe à la Beetlejuice (filme de 1988 do diretor Tim Burton) foram seus singles de maior destaque. E teve também a Sheryl Crow com seu disco homônimo, trazendo hits como “Everyday Is a Winding Road” e “If It Makes You Happy”.


O segundo disco do Wallflowers causou estardalhaço. “Bringing Down the Horse” foi número 4 da Billboard e teve o single “One Headlight” como número 1. Outro segundo álbum de sucesso foi “Razorblade Suitcase” da mais americana das bandas inglesas, o Bush. A MTV fez a festa com os clipes de “Swallowed”, “Greedy Fly” e “Cold Contagious”.


E falando em MTV, ela aqui está representada com os acústicos dos Titãs e do Alice in Chains. As bandas revisitaram suas carreiras com “Acústico MTV” e “Unplugged”, venderam horrores e conseguiram se manter em alta.


Em matéria de indie rock, “Odelay” do Beck arrebentou. “The New Pollution”, “Devil’s Haircut” e “Where It’s At” foram os carros chefes do álbum. Ganhou dois Grammys, e passou a ser um dos meus discos de cabeceira.


O Pearl Jam e o R.E.M. também mostraram grandes trabalhos. “No Code” é bem experimental e começou a mostrar a direção que a banda de Seattle seguiria a partir daí. Já o grupo de Athens veio com “New Adventures in Hi-Fi”, álbum gravado na estrada, durante a turnê do seu disco anterior, “Monster”, de 1994.


E fechando, ficam as menções honrosas para “Roots” do Sepultura, “Pinkerton” do Weezer, “Tidal” da Fiona Apple, e “Travelling Without” do Jamiroquai. E pra você? Quais os melhores de 96?


#sustenido #1996 #cardigans #matchbox20 #chicoscience #cranberries #wallflowers #bush #titãs #aliceinchains #beck #pearljam #rem

sustenido: 

 

Rock e afins meio tom acima! Histórias, dicas, sugestões, informação sobre todas as vertentes desse ritmo que nos une.

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black RSS Icon
siga o sustenido: 
posts recentes: 
 procurar por tags: 
Nenhum tag.

© 2016 por sustenido. 

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W
  • White RSS Icon